De acordo com uma pesquisa encomendada pelo Google e realizada pela Ipsos, 61% dos brasileiros que forem buscar ideia de presentes irão procurar nas lojas online.

O estudo abordou 1.260 brasileiros e mostrou que esse Natal realmente será mais digital, impulsionado pela pandemia. A entrega dos presentes, de acordo com os dados levantados, também será diferente. 33% das pessoas afirmam que irão evitar presentear pessoalmente, e 45% já planejou comprar os presentes online e enviar diretamente para os familiares e amigos.

Para o bom brasileiro que costuma deixar para fazer as compras em cima da hora, o frete rápido e a opção de retirada na loja irão chamar mais atenção, e agora com o distanciamento social essa tendência deve ser ainda maior.

Ainda dentro do estudo realizado, 42% das pessoas já escolheram os presentes, 31% já escolheu a marca e apenas 11% optou pelo varejista. Para 81%, as lojas que já estão acostumados a comprar será a primeira opção.

Em comparação ao ano passado, temos uma queda de 15% para os consumidores que estão dispostos a comprar pela primeira vez numa loja. Experimentar novas marcas também caiu, 14% a menos que 2019.

E no momento de escolher onde comprar, o preço continua sendo o mais importante para decisão, com 50%. Esse número teve um aumento de 5% em relação ao ano anterior.

Outros pontos importantes no momento de escolha são o tempo de entrega, com 30%, disponibilidade dos produtos, com 28%, custo do frete, com 25% e agilidade para ter os produtos em mãos, com 22%.

Informações: Ecommerce Brasil

LEIA MAIS:

Vendas no Natal podem sofrer uma queda em relação ao ano passado

Esteja com seu e-commerce pronto para o Natal