Devido ao cenário atual, nesse ano de pandemia, desemprego e baixa na economia, as vendas no Natal podem sofrer uma queda em relação ao ano passado.

A pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pela Offer Wise aponta que 54% dos consumidores pretendem presentear alguém nesse Natal. Em 2019 esse número era de 77%, o que representa uma baixa de 22%.

A estimativa é de que 86 bilhões de pessoas devam fazer compras, o que deve movimentar em torno de R$38,8 bilhões na área de comércio e serviços. Ano passado era estimado cerca de R$60 bilhões.

De acordo com a pesquisa, as pessoas que não pretendem presentear esse ano explicam que o motivo é por estarem desempregadas, sendo 24%, outras por estarem sem dinheiro, representando 22% e 23% ainda não decidiu se vai ou não dar presentes.

Apesar de tudo isso, o e-commerce permanece em alta, sendo que 47% pretende comprar pela internet, 40% nas lojas de departamentos, 34% em shoppings, e 26% em lojas de rua.

Conforme o estudo aponta, dos entrevistados que farão compras online, 78% prefere os sites, principalmente os de lojas varejistas nacionais (75%), os de compra e venda de produtos novos ou usados (42%) e os internacionais (31%). Além dos sites, foram citados também os aplicativos, com 63%, sendo Instagram com 19%, Whatsapp com 18% e Facebook com 14%.

Informações: EcommerceBrasil

LEIA MAIS:

Esteja com seu e-commerce pronto para o Natal

E-commerce em São Paulo fatura 23,8% a mais no 3º trimestre