Mesmo após a flexibilização da quarentena e a reabertura dos comércios físicos, o e-commerce se mantém em alta. No mês de outubro foi registrado um aumento de 9,7% em comparação ao mesmo período do ano passado.

As informações são da edição de novembro do Relatório Setores do E-commerce no Brasil, divulgado pela Conversion. Apenas no mês de outubro foram 1,28 bilhão de acessos, e nos últimos 12 meses um total de 14,8 bilhões.

Em setembro, impulsionado pelo período de pesquisas pré-Black Friday, as buscas em e-commerce subiram 5,6%. Segundo o relatório, os setores de Pet, Comidas e Bebidas, Casa e Móveis, Moda e Acessórios, Eletrônicos e Eletrodomésticos foram os que mais cresceram desde o mês de fevereiro.

Liderando outubro, a categoria Pet cresceu 80%, tendo mais de 12 milhões de acessos, e ainda sobre a pesquisa, o Brasil está em terceiro lugar no ranking mundial dessa categoria, ficando atrás dos EUA e da China. Segundo o Instituto Pet Brasil, o mercado deve ter uma alta de 6% em 2020, com faturamento aproximado de R$37,5 bilhões.

A categoria de Comida e Bebida está em segundo lugar no ranking de crescimento, tendo uma alta de 58% desde o inicio da pandemia.

Com esse atual cenário, espera-se que essa Black Friday seja ainda mais digital, considerando que nesse ano muitas pessoas compraram através da internet pela primeira vez.

Informações: Ecommerce Brasil

LEIA MAIS:

Relatório Webshoppers: Em 20 anos, e-commerce tem sua maior alta

Aumentam em 208% as reclamações do e-commerce no segundo semestre