Quem tem um comércio provavelmente já ouviu falar no termo “Persona”. Mas afinal, o que isso significa?

Se você tem um negócio, precisa entender exatamente qual é o perfil do seu público alvo. Entender o perfil do cliente é extremamente importante para o desenvolvimento do seu sistema, lojas, produtos e até mesmo o atendimento.

A Persona é a representação fictícia do seu cliente ideal. Então você precisa criar um perfil bastante específico e imaginar que você faz vendas diretamente para esta pessoa. Enquanto o público alvo leva um conceito bastante abrangente (mulheres jovens que gostam de teatro), a Persona vem como um personagem (Fulano tem 23 anos, joga futebol aos domingos, tem dois filhos, usa as redes sociais depois das 23h e sonha em abrir o próprio negócio).

Imagine uma loja de jogos para vídeo games de última geração. Tente imaginar qual é o público dessa loja. Provavelmente são pessoas jovens, que gostam de tecnologia e estão ligados nas novidades do mercado. Agora imagine uma loja de materiais para artesanato. Provavelmente o público dessa segunda loja é mais calmo e talvez um pouco mais velho.

É claro que não se deve presumir nada sobre sua loja, afinal os idosos também podem jogar vídeo game e os adolescentes podem fazer crochê, então é necessário fazer uma pesquisa aprofundada e entender todos os detalhes do seu público.

Ainda assim, é preferível que o site de jogos tenha movimento, com um site mais intuitivo e redes sociais ligadas em memes. Enquanto a loja de artesanato precisa de um visual clean com letras maiores. Vê a necessidade de entender quem é seu comprador?

Todas as ações do seu negócio precisam ser tomadas de acordo com a Persona. Do que ele gosta? Quantos anos ele tem? Como ele chegou ao seu comércio? Ele compra com cartão ou boleto? Ele navega pelo site ou chega do Google e compra aquele objeto específico? Ele abre e-mail marketing? Por quê? Ele tem filhos? Ele mora sozinho? Ele tem animais de estimação?

Toda informação é extremamente útil! Para cada resposta a uma dessas perguntas, é possível criar uma campanha diferente e 100% voltada àquela pessoa. Além disso, a grande carta na manga é que além de publicidade voltada ao público certo, você pode se tornar “amigo” do seu cliente.

Se você entende os dramas e felicidades daquela pessoa, você pode conversar com ela de igual para igual. A aproximação entre as partes consolida uma relação de fidelidade com a loja e garante vendas futuras.

Para outras dicas de marketplaces, confira nosso blog!